Brasília – O reajuste do salário mínimo de 2007 de R$ 375, como estava previsto na proposta orçamentária, para R$ 380 acarretará acréscimo de R$ 900 milhões nas despesas da União no próximo ano. A correção da tabela do Imposto de Renda em 2007, em 4,5%, aumentará as despesas em R$ 211 milhões, de acordo com o relatório do Orçamento, lido de madrugada na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional pelo relator senador Valdir Raupp (PMDB-RO).

O reajuste do mínimo e a correção da tabela foram aprovadas nessa quarta-feira (20) pela Câmara e vão totalizar encargos à União de R$ 1,11 bilhão, de acordo com os cálculos do relator.

O Orçamento da União deve ser votado na Câmara na sexta-feira (22), já que a discussão na comissão ficou marcada para as 17 horas de hoje (21). Agora de manhã, será discutido o projeto de lei sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA), de acordo com acerto firmado pelo relator com o plenário da comissão.