O time B do Flamengo foi derrotado hoje para o Volta Redonda por 2 a 1 em partida disputada na Cidade do Aço, pelo Campeonato Carioca.

O time rubro-negro foi melhor e acabou prejudicado pela arbitragem, complacente com as jogadas violentas do time da casa.

Agora, os visitantes se preparam para o confronto de quarta-feira, contra o Paraná, pela Taça Libertadores da América.

O primeiro tempo foi equilibrado, com boas chances para ambas as equipes. O goleiro Bruno salvou um gol em cobrança de falta de Amaral e Toró desperdiçou oportunidade para o Flamengo, num lance em que obrigou Lázaro a fazer grande defesa.

O árbitro Antônio Schneider já dava a impressão, nessa etapa, de que não estava muito disposto a punir os jogadores do Volta Redonda, que cometiam várias faltas e ainda reclamavam com gestos ostensivos.

O atacante Robert foi um dos que mais bateram, mas recebeu apenas cartão amarelo. Foi o próprio Robert quem abriu o placar, quando resolveu, enfim, chutar a bola e não a perna dos adversários: era o início do segundo tempo e ele aproveitou finalização de Amaral, em que a bola bateu na trave; no rebote, completou para o gol.

O Flamengo não se abalou e empatou, com bonito gol de Léo Medeiros, de falta. Quando o time rubro-negro pressionava para virar, o Volta Redonda recorreu ao antijogo e contou com a colaboração da arbitragem. No final, Robert sofreu pênalti e Hamilton cobrou bem, deslocando Bruno.