Ao deixar o cargo de secretário, Virgílio Moreira Filho disse que deve assumir a presidência da Associação Comercial do Paraná (ACP) no dia 7 de agosto. À frente da Secretaria da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul por um ano e dois meses, Moreira Filho afirmou que sua contribuição ao governo estadual não terminou. ?Fui convidado para ser o interlocutor das entidades empresariais junto aos órgãos de governo. Este diálogo vai permanecer?, ressaltou.

Entre os programas destacados por Moreira Filho durante sua gestão está a continuidade do programa ?Bom Emprego?, que vem sendo um dos responsáveis pela criação de novos empregos no Paraná e a descentralização industrial. ?Já contemplamos até agora 96 empresas com benefícios concedidos acima de R$ 2,8 bilhões?, calculou.

Até o momento, enumerou ainda, a Secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul também já viabilizou, juntamente com a Secretaria do Desenvolvimento Urbano, a construção de 190 barracões industriais implantados em 106 municípios paranaenses, gerando 8.983 empregos diretos.

No campo do comércio exterior, em parceria com entidades privadas, as missões internacionais realizadas pelo Governo do Estado permitiram aumentar o volume de negócios do Paraná, especialmente envolvendo produtos de alto valor agregado.

?O destaque ficou com o Mercado Comum do Sul (Mercosul), onde estão Uruguai, Paraguai, Argentina e Venezuela. Estes são os países considerados prioritários pelo Governo do Estado com os quais obtivemos os principais frutos nas relações comerciais?, afirmou.

Desde 2003, mais de 500 empresas paranaenses já participaram de missões ao lado do governo estadual. ?Cerca de 95% delas são de pequeno porte. Desse total, 80% realizaram sua primeira experiência internacional. Além disso, mais de 1.500 reuniões empresariais foram acertadas?, finalizou.