As vendas reais do setor supermercadista caíram 1,86% em junho, na comparação a maio. Mas se considerar a inflação, as vendas nos supermercados foram 2,07% menores no mês de junho. Na comparação com junho de 2005, as vendas reais recuaram 2,28%.

Com o resultado de junho, o desempenho de vendas dos supermercados no primeiro semestre deste ano registrou perda nas vendas reais de 2,74% ante o primeiro semestre do ano passado. A variação nominal foi de 2,03%.

Os dados fazem parte do Índice Nacional de Vendas da Abras (Associação Brasileira de Supermercados). Segundo a entidade, a queda de 1,86% sobre maio é resultado de calendário, já que o mês de junho contou com um dia a menos que maio. Também sofreu impacto da cesta de alimentos Abras Mercado, indicador que apresentou queda real de 2,15% sobre maio.