Brasília – Uma das certezas deixadas pelo depoimento de Luiz Antônio Trevisan Vedoin é o envolvimento de José Airton Cirillo, ex-dirigente do PT no Ceará, no esquema de venda superfaturada de ambulâncias. ?(O depoimento) confirmou de forma inquestionável o envolvimento desse cidadão, que é do PT do Ceará?, disse o presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Sanguessugas, Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ).

?Ficou bem caracterizada a participação do José Airton?, disse o deputado Júlio Delgado (PSB-MG). ?Ele usava tráfico de influência dentro do ministério (da Saúde)?, acrescentou. Biscaia disse, ainda, que Vedoin não fez qualquer citação sobre o envolvimento de pessoas da Casa Civil no esquema de fraude.

O deputado ainda negou que o depoimento tivesse trazido à tona o nome de um quarto senador. ?Ele expressamente disse: não há envolvimento de um quarto senador. O que existe, a partir desse depoimento e daquilo que foi revelado, é a confirmação da participação de três senadores?, disse. Biscaia não confirmou a informação de que dois novos deputados foram citados. ?Não há nada ainda de concreto quanto a isso?, disse.