O presidente da Associação de Pilotos da Varig (Apvar), Rodrigo Marocco, informou hoje que a entidade Trabalhadores do Grupo Varig (TGV) estuda entrar com uma ação na Justiça para que a VarigLog seja responsável pelo pagamento das dívidas trabalhistas, que ele estimou em cerca de R$ 400 milhões. De acordo com Marocco, ainda não se sabe se a ação será movida na Justiça do Trabalho ou na 8ª Vara Empresarial, onde corria a recuperação judicial da Varig.

A companhia aérea foi arrematada em leilão pela VarigLog no último dia 20, por US$ 505 milhões. Pelo plano de reestruturação da empresa, as dívidas trabalhistas foram herdadas pela chamada Varig Antiga, que ficou com todo o passivo do Grupo Varig, de R$ 7,9 bilhões.