Os advogados da Varig estão nesta tarde tentando adiar para quarta-feira a entrega na Justiça do detalhamento da proposta de US$ 500 milhões da VarigLog pela companhia aérea. A informação foi dada pelo sócio da consultoria Alvarez & Marsal, Marcelo Gomes. A entrega estava marcada para hoje e, segundo ele, os advogados propõem ao juiz um tempo adicional.

Será com base nesse documento que o juiz da 8ª Vara Empresarial, Luiz Roberto Ayoub, irá considerar a viabilidade ou não da oferta e marcará um cronograma para um novo leilão. Apesar de o detalhamento ainda não ter chegado à Justiça, a VarigLog depositou uma parte do sinal de US$ 20 milhões para dar fôlego à companhia aérea. "Essa é uma prova da seriedade dessa proposta. Eles estão depositando antes para garantir um fluxo de caixa para a companhia enquanto a gente detalha a oferta.

Conforme Gomes, os recursos serão usados principalmente em despesas correntes, como combustíveis e empresas de leasing. Ele afirmou ainda que a Varig já conseguiu garantir combustível com a BR Distribuidora para operar amanhã.

O executivo, que esteve reunido hoje com Ayoub, revelou que a proposta da VarigLog terá de garantir a continuidade operacional do que restará da Varig após a venda dos ativos. Isso porque, pela lei de recuperação judicial, é necessário que após a venda seja mantida a viabilidade operacional da antiga companhia.