Duas Varas Federais de Curitiba (PR) já contam com moderno sistema de informática que permite receber processos por meio eletrônico. Essas varas, especializadas em causas de até 60 salários mínimos, consistem na inovação do atendimento do Poder Judiciário aos cidadãos. Para que o projeto se tornasse realidade, houve o treinamento de juízes, servidores, advogados, defensores públicos e procuradores do INSS.

Esse projeto pioneiro coloca a Justiça Federal paranaense na vanguarda. O uso da informática como ferramenta para facilitar o dia-a-dia dos usuários tem sido uma das metas principais do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal. O projeto de Curitiba, denominado e-proc contempla algumas diretrizes defendidas pelo ministro Vidigal.

Os treinamentos foram dados pelo juiz da 2ª Vara Federal de Rio Grande (RS), Sérgio Renato Tejada Garcia, e pelo coordenador dos Juizados Especiais Federais da 4ª Região (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), desembargador federal Taaqui Hirose. (STJ)