O papa Bento XVI afirmou hoje que divórcio, aborto e casamento gay são sinais de que os valores cristãos estão perdendo força nas sociedades ocidentais. "Muitos de nossos contemporâneos vivem como se Deus não existisse", disse o papa a visitantes bispos da Suíça, retomando um de seus temas mais freqüentes.

O aumento da influência da visão secular e do relativismo colocam em questão "os valores morais propostos pela Igreja", disse o papa. "Penso particularmente na profunda crise da instituição do casamento e da família, do crescente número de divórcios, dos numerosos abortos e da possibilidade de união entre pessoas do mesmo sexo".