O deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR), candidato da terceira via à presidência da Câmara, terminou a semana festejando a completa reversão do apoio virtual da bancada tucana, anteriormente consignado ao petista Arlindo Chinaglia. A decisão foi tomada na última terça-feira, em reunião presidida pelo até então líder, o deputado baiano Jutahy Magalhães Júnior.

Fruet recebeu com visível entusiasmo a decisão oficial do PSDB à sua determinação de lutar pela presidência da Câmara, no enfrentamento democrático com os deputados Aldo Rebelo (PCdoB-SP) e Arlindo Chinaglia (PT-SP).

Ele trabalha com afinco junto aos deputados do PPS, PSB, PTB, PP e PMDB, insatisfeitos com a hegemonia PT-PMDB, dispostos a não permitir que a mesma ganhe maior dimensão com a eleição de Chinaglia. Essa é uma tendência bastante visível no atual ambiente partidário.

O aliado histórico do PSDB – o PFL – também está nas contas de Gustavo Fruet, que estima esse apoio como fundamental para a eventual vitória no dia 1.º de fevereiro. Acima de tudo, o deputado paranaense tem seguido uma linha pragmática sem fazer concessões aos apelos típicos dos carreiristas e aventureiros. Sua candidatura está sendo trabalhada como uma alternativa a favor da independência da instituição. Só por isso, vale o voto em Gustavo.