O terceiro jogo do Brasil na Copa da Alemanha novamente vai mexer com o transporte coletivo e com o trânsito de Curitiba nesta quinta-feira (22). As diretorias de transporte e de trânsito (Diretran) da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) prepararam um esquema especial para que os que utilizam ônibus e os que usam carros particulares cheguem em casa em tempo e com segurança.

No transporte coletivo, o reforço que acontece em todas as linhas de ônibus por volta das 18h será antecipado para as 15h. "Mas isto não significa que todos que saírem do trabalho a partir das 15h conseguirão chegar ao seu destino antes das 16h, quando começará o jogo; por isso, é necessário ter paciência e calma para chegar em casa", afirma o gerente de transporte da Urbs, Luiz Filla.

O transporte coletivo trabalha com horários de pico que são de pelo menos duas horas. "É impossível que este pico ocorra em apenas 50 ou 60 minutos e todos consigam chegar ao seu destino", diz Filla. Ele recomenda que atividades e serviços que tenham condições liberem seus alunos ou funcionários antes das 15h, para que mais pessoas possam se deslocar em tempo e com segurança.

A falta de um escalonamento nos horários de saída pode causar pontos de lentidão no trânsito, o que afeta quem anda de ônibus e quem usa carro particular. "No primeiro jogo, que também foi num dia útil, percebemos que com todos saindo do trabalho no mesmo horário ficou difícil garantir fluidez no escoamento dos veículos em algumas vias", diz a gerente de orientação da Diretran, Jaqueline Canto. "Mas o importante é chegar em casa com segurança, trafegando devagar, e, se possível, antecipar o horário de saída".

A Diretran estará mobilizada antes e depois da partida da seleção brasileira. Pelo menos 40 agentes de trânsito ficarão nos locais mais críticos 30 minutos antes do final do jogo.