O curso de Zootecnia da Universidade Estadual de Maringá está entre os três melhores do Brasil, segundo a pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, Alice Eiko Murakami, que tomou como base o ranking publicado pela revista Playboy, da Editora Abril, sobre as mais conceituadas instituições de ensino superior do país.

A afirmação foi feita durante a abertura da 19ª Semana de Zootecnia, na última terça-feira, na UEM. Até sexta-feira, quando termina o encontro, estará em discussão a qualidade da produção animal, vista pelos vários ângulos que envolvem o tema.

Numa programação diversificada, os palestrantes falam, por exemplo, a respeito do uso de aditivos naturais na promoção do crescimento dos animais, de técnicas de manejo, do mercado consumidor e de lucratividade de produção. Outros destaques na programação são a integração entre lavoura e pecuária na região do Arenito Caiuá e a viabilidade econômica na ovinocultura, que hoje se apresenta como um novo e promissor mercado no Estado.

Segundo os organizadores, esta edição da Semana de Zootecnia reúne mais de cem participantes. Realizam o evento a Associação Paraense dos Estudantes de Zootecnia (Apez), em parceria com a Zoo Jr. Consultoria e o Programa Especial de Treinamento (PET-ZOO), com apoio da UEM.