Cento e nove urnas tiveram de ser substituídas por terem apresentado problemas técnicos até as 10 horas da manhã. Segundo o primeiro boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de urnas substituídas corresponde a 0,03% do total de 361.431 urnas que estão sendo usadas nas votações em todo o País.

De acordo com o TSE, o Nordeste foi a região em que houve mais problema nas urnas. Segundo o porta-voz do tribunal, Renato Parente, 75 urnas no Nordeste tiveram de ser substituídas. No Sul, 18 urnas foram trocadas, no Norte, 9 urnas, no Sudeste 5 e no Centro-Oeste apenas 2. No exterior nenhuma urna apresentou problema. A votação está sendo toda eletrônica e em nenhum lugar foi necessário usar a votação manual com cédula de papel.