Até agosto, a rede municipal de ensino ganhará três novas escolas, uma nova pré-escola e três Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Além disso, serão ampliados 6 CMEIs e reformado 18 CMEIs e escolas. Serão 12 metros quadros de obras, num investimento de R$ 11,919 milhões.

"Estas novas obras fazem parte do processo de melhoria da qualidade da educação programada pelo prefeito Beto Richa", afirma a secretária de Educação, Eleonora Bonato Fruet. Segundo ela, as novas unidades serão instaladas em regiões próximas das casas dos alunos, o que vai garantir maior freqüência e melhor desempenho dos jovens em sala de aula.

Este ano foi entregue a Escola Municipal de Educação Especial Tomaz Edison de Andrade Vieira e a nova sede do Centro Municipal de Atendimento Especializado (CMAE), Maria Cândida Fankin Abrão, no Capão Raso. A escola, que tem 3.149m² de área construída é considerada a maior unidade do país, projetada para o atendimento de alunos com deficiência. Juntos, os dois equipamentos atenderão a 650 alunos e representam um investimento de R$ 2.600.000,00.

Estão em fase de construção três escolas municipais, uma pré-escola e três centros municipais de educação infantil (CMEIs). A Secretaria Municipal de Obras Públicas também está construindo quadras esportivas em duas escolas. Todas as novas obras têm projetos de acessibilidade para portadores de deficiências. Rampas de acesso, banheiros adaptados (com equipamentos sanitários adaptados e barras de apoio) e portas mais largas estão dentro do projeto de inclusão social. Este tipo de adequação também está sendo feito nas escolas mais antigas, que passam por reformas.

A maioria das reformas e construção é nos bairros mais distantes do centro, como Campo Santana, Butiatuvinha, Barreirinha, CIC.