O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal informou que os 60 votos registrados em uma urna na cidade satélite do Guará foram anulados porque um eleitor votou em nome de outra pessoa. Ele foi preso pela Polícia Federal. O TRE não forneceu o nome da pessoa. Como a fraude só foi detectada depois que ele votou, a urna teve de ser trocada e todos votos registrados nela até aquele momento tiveram de ser anulados