A Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE)confirmou hoje a cassação, por sete votos a zero, do mandato do senador Expedito Júnior, do PR (Partido Republicano, ex-PL). Os juízes do TRE concluíram que Expedito comprou votos nas eleições de 2006. O presidente da Corte, desembargador Eurico Montenegro, fez questão de votar.

Ainda hoje a decisão será comunicada à Mesa do Senado Federal para afastamento imediato do senador. Ele poderá recorrer da decisão do TRE de Rondônia, mas sem exercer o mandato, disse um funcionário da Corregedoria do TRE de Rondônia.