Balanço da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo dá conta de que foram registrados 78 ataques com 93 alvos atingidos desde a madrugada desta segunda-feira (7). Trata-se da terceira onda de violência atribuída à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) neste ano.

Quatro civis e um vigilante de banco ficaram feridos. Dois suspeitos de participar dos ataques foram mortos em confrontos com a polícia e outros 12 foram presos, todos com passagem pela polícia.

Os ataques não ficaram restritos à capital e à região metropolitana. Cinco cidades do interior (Santa Bárbara, Sumaré, Nova Odessa, Jundiaí e Lucélia) também foram alvo de ataques. Na Baixada Santista, sofreram ataques três delegacias (uma em Santos, outra em Cubatão e outra no Guarujá), um banco (em Praia Grande) e uma loja de carros (em Santos).