A Torcida Independente planejou com paixão a festa do São Paulo. Caso o time conquiste o título da Libertadores, a comemoração prevista pela organizada será na Avenida Paulista, regada a 10 mil litros de chop e ao som de rap.

Inicialmente, a idéia da torcida organizada são-paulina era que a festa fosse no Vale do Anhangabaú, mas a Independente não conseguiu se acertar com a CET e a Prefeitura.

Dentro do estádio do Morumbi, Marcos Lopes, diretor-geral da Independente, promete: será a maior festa da história da torcida. "Gastamos cerca de R$ 40 mil. Contamos com a colaboração de vários empresários e artistas que não querem se identificar", revelou

O diretor da Independente conta que o São Paulo distribuirá 60 mil bexigas no Morumbi. "Outras 10 mil fomos nós mesmos que compramos. Há uma semana, 25 meninos estão trabalhando para fazermos uma chuva de papel picado. Serão três toneladas. Isso sem contar com a bateria, nosso bandeirão de 110 metros por 55 e outras bandeiras", avisou.

Ele também contou conta que as vendas na Independente aumentaram em 300% desde que a Libertadores começou. "Ontem mesmo acabaram todas as camisas e agasalhos, que já foram repostos. O que mais se vende é boné, sai como água", admitiu.

Segundo cadastros da torcida, mais de mil torcedores se filiaram à Independente nos últimos 20 dias. "O que a gente queria mesmo era conseguir sair do vermelho depois da Libertadores, mas está difícil. Tem muita gente devendo."