Em dia conturbado no Corinthians, dois torcedores invadiram hoje o campo do Parque São Jorge durante o treino para entregar o "troféu banana", como foi batizado pelos membros da torcida organizada Camisa 12. O fato aconteceu momentos após Emerson Leão fazer um pronunciamento sobre sua demissão no time alvinegro.

Quando os atletas faziam os trabalhos físicos, a dupla pulou o alambrado e começou a gritar, protestando contra a má campanha do time no Campeonato Paulista – ocupa a nona colocação e não tem mais chances de classificação às semifinais.

O grupo de jogadores foi protegido pelo médico Paulo de Faria e, em seguida, os seguranças retiraram os dois torcedores do local.

Usando a base de um troféu, foi colocada uma banana no topo para ironizar a crise do Corinthians. A segurança no clube havia sido reforçada após a derrota no clássico contra o Santos (2 a 1), na última quarta-feira, na Vila Belmiro. Inconformados, alguns torcedores tentaram pichar os muros da sede corintiana.

Vale lembrar que em fevereiro o zagueiro Marquinhos pediu o seu afastamento no time após ser ameaçado por meio de telefonemas por falhar na derrota para o São Paulo (3 a 1). O defensor já acertou a sua transferência para o Saint-Etienne, da França.