Simone Balbinotti

chuva_290306.jpg

O teto desse supermercado em Araucária não resistiu e desabou em cima de dez carros.

O prefeito de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, Gabriel Samaha (PPS), decretou hoje estado de calamidade pública por causa do temporal de ontem (28) à noite. Pelo menos 10 mil pessoas tiveram prejuízos na cidade.

Dezenas de moradores tiveram que passar a noite em escolas públicas, onde também estavam sendo entregues lonas plásticas. A prefeitura passou boa parte do dia hoje cadastrando pessoas que precisarão de telhas e objetos domésticos.

Em Araucária, o prefeito Olizandro Ferreira (PP) decretou estado de emergência. Além do centro da cidade, onde os estragos maiores foram causados por quedas de árvores e placas de sinalização sobre muros e casas, uma chuva de granizo atingiu os bairros Tupy, Arvoredo e Maranhão. Donos de casas que tiveram os telhados avariados receberam lonas. O teto do estacionamento de um supermercado caiu e atingiu 10 carros.

O fornecimento de energia elétrica foi interrompido às 20 horas e retornou somente depois de meia-noite. Como em Piraquara não houve registro de vítimas. Hoje o dia permaneceu nublado com chuviscos eventuais.