O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que somente a Aeronáutica tratará do problema dos controladores militares de vôo. A declaração do presidente foi divulgada pelos deputados Michel Temer (SP), presidente do PMDB, e Beto Albuquerque (PSB-RS), que participaram da reunião de hoje do Conselho Político, no Palácio do Planalto. "Primeiro, quero a ordem absoluta. Só depois, se discutirão questões como a desmilitarização da área (de controle do tráfego aéreo) e as condições de trabalho dos controladores", teria dito Lula, de acordo com o relato de Temer.