O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) está montando um laboratório específico para a área de madeira. O novo laboratório terá condições de atender melhor a diversidade de produtos da área, com serviços que contemplarão os requisitos das especificações européias para exportação. ?O Tecpar já é referência na área e vai ampliar ainda mais o seu mercado?, afirma o gerente do Laboratório de Química Industrial, Guilherme Zemke.

Os recursos para o empreendimento virão da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que aprovou projeto proposto pelo Tecpar e deverá formalizar nos próximos dias o repasse de recursos para a sua implantação. O Tecpar é uma instituição do governo do Paraná ligada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O instituto já realiza as análises no Laboratório de Química Industrial, mas a instalação de um laboratório específico para a madeira permitirá um alcance bem maior nas atividades. De acordo com Zemke, com a infra-estrutura modernizada e ampliada será possível atender às micro, pequenas e médias empresas com serviços tecnológicos e pesquisa aplicada à melhoria de produtos e processos, contribuindo para torná-las mais competitivas.

O objetivo da implantação do laboratório deve-se ao fato de o Paraná ser hoje o maior produtor nacional de madeira beneficiada, com alcance maior no mercado internacional. Para poder exportar, o produtor não deve se ater somente ao corte ou à determinação da umidade. Existem outros aspectos que envolvem características mecânicas, químicas e biológicas que podem se transformar em barreiras técnicas em países da Europa e Estados Unidos, caso o produto não esteja acompanhado de um laudo técnico adequado às normas internacionais. Como hoje não há no País um laboratório que caracterize todas essas especificações, o que virá a ser instalado no Tecpar poderá suprir essa lacuna, permitindo maior facilidade de acesso dos madeireiros paranaenses e brasileiros à fatia do mercado internacional.