A seleção brasileira de vôlei masculino priorizou as atividades de defesa durante o treino realizado nesta terça-feira (7), em Paris, na escala que a equipe realiza antes da viagem para o Japão, onde buscará o bicampeonato mundial a partir do dia 17 deste mês.

Preocupado com a longa duração da viagem Brasil-Japão, o técnico Bernardinho, que está preocupado com a condição física dos jogadores, decidiu fazer uma parada de três dias para quebrar o cansaço dos vôos. "Ficaria muito desgastante enfrentarmos 12 horas de vôo até a Europa e em seguida mais 12 horas até o Japão disse o levantador Marcelinho.

O jogador elogiou a estrutura do Paris Volley, clube que cedeu seu ginásio para a seleção treinar por dois dias – o time, atual campeão francês, é treinador pelo brasileiro Maurício Motta Paes. "Os treinos estão rendendo bem, e a estrutura é muito boa, além disso o ginásio fica perto do hotel", diz. Os 300 metros entre os dois locais são percorridos a pé entre os jogadores, sob a nada amena temperatura de 3º C.

A viagem será realizada nesta quarta-feira, e antes os jogadores fazem um último treino físico. O Brasil estréia no Mundial contra Cuba, e também enfrenta na primeira fase Grécia, França, Cuba e Alemanha.