O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que a Petrobras reabra o prazo para a formulação de propostas em sua licitação para a contratação de três agências de publicidade. A Petrobras terá 15 dias para reabrir o processo que já estava na fase de abertura dos preços apresentados pelas agências qualificadas. Os investimentos em publicidade da Petrobras este ano são de R$250 milhões.

O TCU havia emitido medida cautelar cancelando a licitação no final do ano passado, mas acatou mudanças que a Petrobras fez no edital e permitiu que a estatal desse continuidade à licitação em decisão divulgada em fevereiro.

Desde então, a Petrobras divulgou que habilitou as empresas Heads Propaganda, Duda Propaganda, Lew’Lara Propaganda, Nova S/B Artplan, Carillo Pastore Euro RSCG, DPZ Propaganda, Contemporânea Propaganda, Quê Comunicação, Agnelo Pacheco Comunicação, Giacometti, Z+ Comunicação, Giovanni/FCB e Ogilvy & Mather. Do total de 20 empresas que se inscreveram na concorrência, seis foram consideradas inabilitadas e agora, com a decisão do TCU, podem reapresentar suas propostas.