Após o julgamento, o advogado
e também vice-presidente,
Domingos Moro, estava emocionado.

Por sete votos a zero, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva absolveu o Coritiba da acusação de colocar o meio-campista Ataliba de forma irregular na partida do dia 22 de abril, contra o Guarani. Para o STJD, o famigerado Boletim Informativo Diário (BID) perdeu o seu caráter punitivo. Com isso, o Cori volta a ter seis pontos, e passa a ser o 14º colocado no Campeonato Brasileiro.

A decisão, proposta pelo presidente Luiz Zveiter, elimina qualquer possibilidade do Atlético perder pontos, pela mesma explicação. O julgamento, adiado para a próxima quarta, será apenas ?para cumprir tabela?. Apesar de ter que apresentar defesa e ser acusado pela Procuradoria, é certo que o Rubro-Negro será absolvido.

Foi uma vitória do Coritiba e dos advogados Domingos Moro (também vice-presidente) e Fernando Barrionuevo. ?Nós não criticamos o BID, mas mostramos que ele ainda não é um instrumento totalmente efetivo. Mostrando isso, sensibilizamos o STJD e conseguimos provar nossa posição?, disse um emocionado Moro, após o julgamento. (Leia mais na edição de amanhã dos jornais (O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná)