Arquivo
Janene fracassou na tentativa de suspender o processo.

O deputado federal licenciado José Janene (PP-PR) fracassou na tentativa de suspender o processo por quebra de decoro parlamentar que tramita contra ele no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou por unanimidade uma ação proposta pelo parlamentar com o objetivo de paralisar o processo que pode levar à sua cassação por suposto envolvimento com o mensalão.

A defesa de Janene esforçou-se para tentar convencer os ministros do STF e disse que o tribunal era a última trincheira à qual o congressista poderia recorrer. O advogado do deputado sustentou que Janene tem cardiopatia séria. Por causa do problema, disse o advogado, Janene fica ofegante ao subir degraus e perde o fôlego ao falar uma frase mais longa.

De acordo com a defesa, Janene não tem condições de saúde de enfrentar uma audiência no Conselho de Ética. O relator da ação no STF, ministro Gilmar Mendes, concluiu que no caso não há ofensa ao direito de defesa do deputado, porque isso pode ser feito por seu advogado. Os outros nove ministros do tribunal acompanharam o voto de Mendes.