O Supremo Tribunal Federal (STF) votou pela suspensão do decreto legislativo que reajusta o salário dos parlamentares em 90,7%. A decisão é em caráter liminar porque falta julgar o mérito. Dos onze ministros, seis já votaram pela suspensão do decreto. Já votaram, além do relator Carlos Britto, os ministros Cármen Lúcia Antunes Rocha, Ricardo Lewandowski, Eros Grau, Joaquim Barbosa e Cesar Peluso.