O cientista holandês Rik Leemans, que participou da formulação de relatórios do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), acredita que soluções simples podem ajudar no combate ao aquecimento global. Leemans, chefe de unidade na Universidade de Wageningen (Holanda), é especialista em formação de cenários ambientais e estuda a vulnerabilidade de ecossistemas às mudanças climáticas regionais e globais.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Leemans diz que há vários "culpados" pelo efeito-estufa. "Os principais gases-estufa são gás carbônico, NO2 (óxido nítrico) e metano. O metano vem especialmente do setor agropecuário e da mineração. O NO2 sai principalmente do uso de fertilizantes – então, da agricultura. O CO2 vem da queima de combustíveis fósseis", observa. "A construção de prédios é também fonte importante, assim como o desmatamento. Eu e você usamos eletricidade para iluminar a casa, esquentá-la ou resfriá-la. Os gases do efeito estufa não vêm de apenas um lugar, vêm de todos", acrescenta.

Esse emaranhado de causas, porém, não exige necessariamente soluções complexas. "Em princípio, todo pequeno passo, como investir em eficiência energética, desligar a luz, colocar o ar condicionado não tão frio, isso tudo economiza energia. Então podemos efetivamente reduzir a emissão de gases-estufa", afirma.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo