enkontra.com
Fechar busca

Notícias

Sindicato e Federação denunciam empresas de vigilância e limpeza

  • Por Redação O Estado Do Paraná

Representantes do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região e da Federação dos Vigilantes do Paraná denunciaram nesta terça-feira (18) que as empresas do setor que prestam serviço ao Governo do Estado estão atrasando em até quatro meses os salários dos trabalhadores e também não estão pagando os direitos trabalhistas dos seus funcionários.
Os representantes foram recebidos pelo assessor especial do governador Roberto Requião, Daniel Godoy Jr, no Palácio Iguaçu. Segundo o presidente do Sindicato e da Federação dos Trabalhadores de Vigilância e Limpeza, João Soares, 2,3 mil trabalhadores de oito empresas prestam serviço ao Estado atualmente. Nos presídios terceirizados são outros 800 funcionários.
Soares explicou que há trabalhadores que não recebem salários há mais de quatro meses e que, além disso, eles também não estariam recendo horas extras, 13º salário, e outros benefícios trabalhistas garantidos por lei. Segundo ele, a situação é mais crítica nas empresas Serv Leste e SPB Serviço de Vigilância e Limpeza Ltda.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas