Seminário do Programa Genoma do Paraná.

Pesquisadores das principais instituições do País se reuniram, hoje, em Curitiba para conhecer o projeto Genopar (Genoma do Paraná). O projeto é pioneiro no Brasil no sequenciamento genético da bactéria Herbaspirullum seropedicae, que por meio de transformação em nitrogênio gasoso pode substituir fertilizantes, usados nas culturas de trigo, milho, arroz e cana-de-açúcar.
O coordenador da pesquisa, engenheiro agrônomo e professor do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Fábio de Oliveira Pedrosa disse que a aplicação do projeto pode resultar em uma economia para o Paraná de US$ 100 milhões. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)