O ex-senador José Serra foi eleito hoje, por aclamação, presidente nacional do PSDB, em convenção realizada no Congresso Nacional. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi eleito presidente de honra. A primeira vice-presidência ficou com o senador mineiro Eduardo Azeredo e a secretaria-geral, com Bismark Maia, do Ceará.

No discurso de posse, Serra criticou várias ações do atual governo. Segundo ele, até agora ?ficou claro que existe um projeto de poder, mas não um projeto de governo propriamente dito?. Ele disse que, passado quase um quarto do mandato, ?o governo não sabe o que fazer com a reforma agrária, com o meio ambiente, a educação, a saúde, a indústria, ou como enfrentar a curto, médio e longo prazos, o problema do desemprego?.

O novo presidente do PSDB destacou as gestões bem sucedidas do partido, não apenas no plano federal, no governo Fernando Henrique Cardoso, mas também nos estados e municípios. Ele lembrou que o PSDB não vai fazer oposição do tipo “quanto pior, melhor”.