Pelo menos 50 pessoas foram mortas neste domingo (6) numa série de ataques em todo o Iraque, o mais mortífero contra um mercado de alimentos de Bagdá, que deixou 30 mortos.

Um carro-bomba explodiu por volta do meio-dia (horário local) na frente do mercado no bairro misto xiita-sunita de Baiyaa, deixando um quadro de devastação, com corpos e poças de sangue, carcaças de carros e de caminhões, pedaços de lojas e de casas espalhados por todos os lados. Dezenas de pessoas ficaram feridas. O ataque ocorreu na 11ª semana de uma operação liderada pelas forças dos Estados Unidos tentando levar estabilidade à capital iraquiana.

Como parte da operação, forças americanas e do governo iraquiano enfrentaram nesta manhã milicianos xiitas no bairro bagdali de Cidade Sadr. Segundo os militares, oito insurgentes foram mortos e teriam sido encontrados um arsenal de armas e uma câmara de tortura usada pelos milicianos.

Outro carro-bomba explodiu hoje nas proximidades do prédio do Ministério do Trabalho em Bagdá, matando cinco pessoas e deixando outras dez feridas.