São Paulo, 23 (AE) – O Corinthians está pronto para o clássico de domingo com o São Paulo. Todos os incentivos para a torcida se animar já foram dados. Nesta quarta, mesmo sem sua maior estrela, o argentino Carlitos Tevez, contundido, a equipe venceu a Ponte Preta por 3 a 0, resultado que a levou a 16 pontos e a deixou em quinto lugar no Campeonato Paulista. O elenco milionário montado pela MSI está cada vez mais forte. E agora, se ainda tiver alguma pretensão no Estadual, precisa superar o líder isolado, no fim de semana.

Taticamente, a equipe continua apresentando as velhas falhas de sempre. Contra o time de Campinas, porém, as dificuldades ficaram em segundo plano diante dos três gols marcados. A chegada de Roger, confirmada ontem, será muito bem vinda no Parque São Jorge. Os homens do meio-de-campo vêm decepcionando. Dinelson não foi nada brilhante, Carlos Alberto perdeu o brilho e a dupla de volantes Wendel e Marcelo Mattos mal apareciam.

Wendel, para fazer justiça, fez de cabeça o primeiro gol da partida, aos 27 do primeiro tempo, após cobrança de escanteio.

O lateral-direito Coelho, enfim em sua posição original, fez boa exibição. O jogador havia sido improvisado na lateral-esquerda na última rodada, no empate por 0 a 0 contra o Paulista, porque o titular Fininho estava suspenso desde a trapalhada no jogo do meio de semana em que ofendeu a torcida com gestos obscenos.

Em belo lance na primeira etapa, Coelho tirou dois defensores e cruzou para Jô chutar no travessão. Era assim: as melhores jogadas corintianas ou partiam do meio ou da direita.

A Ponte mostrou o porquê de estar entre as últimas colocadas na tabela de classificação do Estadual, com somente 7 pontos. O time é ruim mesmo. Ainda que a equipe da capital abrisse espaço, mal conseguiam acertar o gol de Fábio Costa. Quando conseguiram, levaram perigo. Quase empataram aos 13, mas a bola de Júlio César bateu na trave.

Aos 17, Coelho acertou cobrança de falta no ângulo, perfeita, sem chance para o goleiro Lauro: 2 a 0. "Venho treinando muito e consegui acertar o pé", explicou o lateral no fim do jogo.

Depois do segundo gol, a Ponte caiu de rendimento. A qualidade do evento também. Aos 39, em uma das dezenas de chances desperdiçadas pelo ataque, Gil anotou o terceiro, de cabeça.

O Corinthians vai ao Morumbi sem Carlos Alberto, suspenso por ter recebido terceiro cartão amarelo. Por outro lado, deve ter Tevez de volta.