A audiência pública do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, na Comissão do Trabalho da Câmara dos Deputados, foi cancelada por absoluta falta de quórum. Na comissão, além do presidente Nelson Marquezelli, havia apenas mais dois parlamentares. Segundo Marquezelli, a audiência, que discutiria o projeto sobre o direito de greve dos servidores, será remarcada "oportunamente". O ministro não chegou sequer a comparecer à comissão. Ele foi avisado por telefone sobre o cancelamento da audiência, que estava marcada para as 10 horas.