Um homem, de 30 anos, suspeito de furtar aparelhos celulares de uma loja de departamentos, localizada no bairro Parolin, foi preso na tarde desta terça-feira (5) por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), no bairro Lindóia, em Curitiba. Ele teria invadido o espaço destinado ao descarregamento de produtos eletrônicos, na companhia de um segundo suspeito, e furtado 18 aparelhos smartphones, avaliados em aproximadamente R$ 41 mil.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Suspeito detido pela polícia. Foto: Divulgação/Polícia Civil

O furto aconteceu na madrugada do dia 4 de junho, quando dois homens entraram por uma das docas para caminhões, por um acesso que fica na Linha Verde.

Conforme imagens registradas por câmeras de segurança do local, os suspeitos arrombaram a porta de um depósito e levaram os produtos.

Leia também: Jovem erra o alvo e vai ‘em cana’ após matar o irmão do cunhado

“Os policiais foram notificados da ocorrência, foram realizadas diligências para localizar os suspeitos. Os investigadores foram a campo e levantaram a informação de que um dos suspeitos do crime estaria em uma residência na Vila Lindóia, também em Curitiba. Com o suspeito foi encontrado parte dos aparelhos furtados” explicou o delegado-adjunto da DFR, Emmanoel David.

No momento da abordagem, o homem confessou a participação no crime, entregando inclusive as vestimentas que ele teria usado para praticar o furto (uma calça jeans, um moletom e um par de botas). Ele alegou que não conhece o segundo suspeito.

Histórico de crimes

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Celulares apreendidos. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Segundo a polícia, o preso possui um vasto histórico criminal, entre eles crimes de roubo, tráfico de drogas e violência doméstica. E agora, responderá por furto qualificado. Ele segue custodiado no setor de carceragem temporária da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), onde permanece à disposição da Justiça.

“As investigações continuam para identificar o outro indivíduo que aparece nas imagens”, afirma David. O delegado ressalta que denúncias podem ser feitas pelo telefone (41) 3218-6100, ou diretamente pelo whatsapp da DFR (41) 99281-7392.

https://www.tribunapr.com.br/noticias/seguranca/megaoperacao-contra-o-trafico-cumpre-100-mandados-no-litoral-do-parana/