Dentro de um Ônix roubado, um suspeito de assalto, que fazia uma mulher refém, morreu ao trocar tiros com policiais militares, na noite desta quarta-feira (20), no bairro Capão Raso. Ele foi seguido e não se entregou. A mulher foi libertada sem nenhum ferimento.

Segundo a polícia, o Ônix tinha sido roubado em novembro. Nesta quarta-feira, o bandido rendeu a mulher na Linha Verde e a obrigou a entrar no carro, mas motoristas que passavam pela região bem no momento da abordagem acionaram a Polícia Militar (PM).

Em questão de minutos, uma equipe da PM encontrou o veículo e começou a segui-lo até o cruzamento das ruas José Alcides De Lima com Desiderio Brugnholo, onde houve o confronto depois que o bandido teria atirado contra os policiais. O homem foi atingido, perdeu o controle da direção e capotou o carro.

A mulher que era feita refém foi atendida pelo Siate, mas não chegou a se machucar. A Tribuna do Paraná apurou que, além do homem que morreu e a vítima, havia ainda um segundo bandido, que teria fugido.

O carro roubado foi encaminhado à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), junto com uma pistola, que estaria com o suspeito morto. O corpo do homem foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML).