enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Atropelou e fugiu

Homem que atropelou ciclistas na BR-277 e fugiu deve se apresentar hoje

  • Por Redação / Tribuna do Paraná, Com informações de Lucas Sarzi e Alex Silveira

José Edson Felismino Francisco Júnior, 32 anos, o homem que atropelou os ciclistas na BR-277 no final da madrugada de quinta-feira (7), se apresentou à polícia no início da tarde desta sexta-feira (8). O carro usado por ele foi encontrado, ainda pela manhã desta sexta-feira, por uma equipe da Guarda Municipal de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Ele fugiu do local por medo de ser agredido e, também, por não ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

No entanto, apesar de ter se apresentado à polícia, José Edson ainda não foi ouvido pelo delegado Amadeu Trevisan, responsável pelo caso, que preferiu conversar primeiro com as vítimas para entender a versão dos ciclistas antes de interrogar o motorista. “Vamos primeiro construir a história do que houve naquele dia, para depois fazer as perguntas certas para Edson. Nós já temos o carro dele apreendido, ele já apresentou, por isso vamos seguir com a investigação de forma mais apurada”, disse Trevisan.

Segundo o delegado, não há por enquanto, pedido de prisão de José Edson. “A lei não prevê pedido de prisão nesses casos. O principal crime dele foi omissão de socorro e não ter carteira de habilitação. Ele diz que fugiu do local porque estava com medo de sofrer represália, mas quem estava lá eram os ciclistas que precisavam de socorro. Vamos ter que averiguar essa versao”, explicou.

Ainda na tarde desta sexta, Trevisan vai ouvir dois ciclistas que foram vítimas do atropelamento, o que deve ocorrer por volta das 15h30. Dos cinco ciclistas, apenas um ainda segue no hospital. Segundo o delegado, os outros quatro já foram liberados.

Relembre como foi o acidente

Foto: PRF/Reprodução.

Foto: PRF/Reprodução.

No acidente, seis ciclistas que seguiam no sentido ao litoral do Paraná foram atingidos pelo Renault Clio Sedan dirigido pelo rapaz, três precisaram de socorro e uma das ciclistas teve ferimentos graves.

Em vez de ficar no local e ajudar no socorro, José Edson fugiu e começou a ser procurado pelas equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Horas depois, os policiais da PRF, com a ajuda de testemunhas, já conseguiram chegar à placa do veículo e descobriram que estava em nome da esposa do homem que dirigia.

Com apoio dos policiais civis da Delegacia de São José dos Pinhais, a GM da cidade foi até um condomínio, no bairro Vila Bond, onde lá localizaram o veículo. O carro estava coberto, com avarias e foi encaminhado à Delegacia de São José dos Pinhais.

Segundo a GM, no local o responsável pelo acidente não se encontrava, mas foi identificado. À Tribuna do Paraná, o delegado Amadeu Trevisan confirmou que já foi procurado pelo advogado do motorista e que ele deve se apresentar. “Ainda hoje, o advogado deve trazê-lo à tarde. Por enquanto, o que temos é somente o carro e mais algumas outras informações que investigamos”, disse o delegado, sem entrar em muitos detalhes.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

José Edson Felismino Francisco Júnior disse que fugiu por medo. Foto: Colaboração/Marco Pires.

José Edson Felismino Francisco Júnior disse que fugiu por medo. Foto: Colaboração/Marco Pires.

Sem CNH

Em entrevista, o advogado Igor José Ogar, que representa José, contou detalhes sobre como o acidente aconteceu. “Ele disse que foi no momento em que estava indo trabalhar, por volta das 5h30. Durante o trajeto, um ciclista adentrou a pista e a única forma de desvio era pelo acostamento, mas quando adentrou ao acostamento acabou atingindo os outros ciclistas”.

Segundo o advogado, José até parou o carro, mas ficou com medo. “Ficou um pouco à frente, mas ouviu alguns gritos e pensou que poderia ser agredido. Além disso, por não ter CNH, ficou com medo e foi embora. Esse foi o erro dele, de ter saído do local”, comentou Igor.

Mais tarde, em casa, José teria chamado a Polícia Militar (PM). “A PM foi até a casa dele, pois ele não sabia ao certo como agir nessa situação, mas não queria se eximir da culpa. Em casa, registrou o boletim de ocorrência pelo acidente. Agora, vamos apresentá-lo à Polícia Civil”.

Foto: Guarda Municipal de São José dos Pinhais.

Foto: Guarda Municipal de São José dos Pinhais.

Segundo o advogado, José sabe que estava errado, por ter fugido do local e dirigir sem CNH. “Mas ele disse que seu objetivo é assumir o que fez. Entrei em contato com o delegado da cidade, que já informou que não pretende pedir a prisão, mas que precisa ouvi-lo e dar sequência às investigações”.

O defensor de José disse ainda à Tribuna do Paraná que seu cliente está preocupado com as vítimas. “Essa é a principal preocupação dele e da família dele. Os familiares tentaram contato com o hospital, mas como não têm o nome de nenhuma das vítimas, não conseguiram saber nenhuma informação. Ele só soube pela imprensa, mas está preocupado e quer sim fazer contato”.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Bastante querido, PM morre após bater contra poste em Curitiba

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

16 Comentários em "Homem que atropelou ciclistas na BR-277 e fugiu deve se apresentar hoje"


Adriovaldo Silva
Adriovaldo Silva
2 meses 16 dias atrás

pelo naipe do “carro”, percebe-se bem o tipo do motorista.

Jorge Cabral
Jorge Cabral
2 meses 16 dias atrás

Sem habilitação, e se for verificar direitinho o carro deve ser “pizeira”.
É pilantra mesmo, por isso fugiu.

Jonathan Jonathan
Jonathan Jonathan
2 meses 16 dias atrás

Primeiro cobrir de pancada pra largar mão de ser V@agabundo e covarde, desmaiar de tanto apanhar, afinal deixou os ciclistas no chão com ferimentos.Segundo cadeia sem fiança, afinal , atropelou, fugiu e ainda sem CNH, vende o lixo do carro pra ressarcir as bike que moeu tudo.

JOAQUIM  TEIXEIRA IRA
JOAQUIM TEIXEIRA IRA
2 meses 16 dias atrás

Típico bugrão, que vive de bico e mutretas. Olha a cara e o tipo do desgra çado. Camisa Nico Boco (de marginal ou boleiro – acho que boleiro não é), divogadão de porta de cadeia, Cliozão irregular aposto, sem CNH. Mas, se nem o Carli vai para a cadeia a 190/hora que dirá do Chiruzão.

wyldner Junior
wyldner Junior
2 meses 16 dias atrás

Não tem carteira não pode dirigir; cadeia nele

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas