enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Em Curitiba

Preso suspeito de matar homem a tiros em ponto de ônibus no mês passado

  • Por Redação / Tribuna do Paraná
Além deste crime, Luis Eduardo é suspeito de mais três assassinatos. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Luis Eduardo Amaral, de 25 anos, suspeito de ser o autor do crime que vitimou Thiago Henrique Cordeiro da Cruz, 24, foi preso pelos policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O crime aconteceu no dia 9 de janeiro deste ano, no bairro Santa Cândida, em Curitiba. Thiago foi morto com vários tiros no peito, num ponto de ônibus.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Conforme as investigações, os dois envolvidos eram conhecidos e a principal hipótese da motivação do crime é uma vingança por delação. Isso porque Thiago foi preso em 2016 por receptar um objeto roubado e acabou entregando os comparsas à Polícia Civil.

Depois que saiu da prisão, Thiago recebeu ameaças e chegou a mudar de endereço. Após um período ele voltou a frequentar o bairro por motivo de trabalho, quando foi surpreendido pelo suspeito. Luís Eduardo Amaral trabalha como auxiliar de serviços gerais e já foi preso em 2012 pelo crime de roubo.

Além disso, ele é investigado pela Polícia Civil por mais três homicídios. Luis Eduardo foi preso dentro de um veículo de aplicativo de carona, quando tentava fugir. No momento da prisão, não esboçou qualquer reação e na delegacia disse nem conhecer a vítima. Ele continua detido e está à disposição da Justiça.

Trabalhadores encontram corpo só de cueca boiando em água de valeta

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

1 Comentário em "Preso suspeito de matar homem a tiros em ponto de ônibus no mês passado"


Kevin\'s Folder
Kevin\'s Folder
6 meses 12 dias atrás

falta o bom egoísmo nesse povo, pqhp vão viver a vida seus lixhos

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas