Um homem foi preso, neste final de semana, suspeito de matar Cícero Onório dos Reis, de 48 anos, dono de uma lotérica no bairro Juvevê, em Curitiba. O crime aconteceu no dia 9 de julho de 2016 e a Polícia Civil descobriu que a motivação do assassinato não foi um latrocínio – roubo com morte -, ao contrário do que foi noticiado na época.

Rodinei Everson Mora, de 43 anos, foi preso no bairro Cará-Cará, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Segundo as investigações, apesar de ter sido tratado inicialmente como latrocínio, com base no depoimento de duas testemunhas, o crime teria motivação passional.

“O suspeito contou que foi até o local para tirar satisfação do proprietário da lotérica em relação a  um relacionamento que a vitima estaria tento com uma ex-namorada do suspeito”, explicou o delegado André Feltes, da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).

O crime

No dia do crime, o suspeito, armado, invadiu o estabelecimento, na Avenida João Gualberto, e rendeu o proprietário. Ele teria obrigado dois clientes a virarem de costas e depois assassinou Cícero a facadas. Na época, a polícia recolheu imagens de câmeras de segurança do comércio local e praticamente esgotou as opções de investigação para prender o homem. Segundo o que a polícia divulgou, após ser localizado e detido, o homem confessou o crime.

O mandado de prisão foi expedido pela 12º Vara Criminal de Curitiba. Rodinei já possui um vasto histórico criminal, homicídio, porte ilegal de arma de fogo, roubo agravado, furto e receptação. O homem segue custodiado na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) à disposição da Justiça. No entanto, apesar da motivação passional, ele responderá pelo crime de latrocínio.

https://www.tribunapr.com.br/noticias/seguranca/suspeitos-invadem-condominio-para-escapar-da-pm-mas-levam-pior/