enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Brutal!

Mulher é levada até região de cavas e morta a tiros em Piraquara

O crime aconteceu por volta das 4h deste domingo (2), mas o corpo só foi encontrado pela manhã. Polícia suspeita que ela tentou lutar para não ser morta!

  • Por Lucas Sarzi
Foto: Marco Charneski/Tribuna do Paraná.

Um corpo de uma mulher foi encontrado na manhã deste domingo (2) em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Na madrugada, moradores disseram ter ouvido tiros na região, que fica no fim da Rua Caxias, no Guarituba, numa área de cavas. Segundo a Polícia Civil, a vítima tentou lutar com seus assassinos.

O crime aconteceu por volta das 4h, quando pelo menos um morador disse à Polícia Militar (PM) que ouviu os tiros. “Esse morador disse ter ouvido os disparos e, pela janela de casa, viu um Palio prata saindo em alta velocidade um pouco depois”, contou o investigador Ediu Fernandes.

+Leia também: Moradores de Itaperuçu estão ‘isolados do mundo’ e lembram ‘terror’ da tempestade

Foto: Marco Charneski/Tribuna do Paraná.

Foto: Marco Charneski/Tribuna do Paraná.

Segundo a polícia, entre os ferimentos da mulher, um na cabeça e outro numa das mãos indicavam que ela tentou escapar da morte. “Percebemos um esfumaçamento na altura do ouvido do lado esquerdo, o que demonstra que a vítima tentou lutar contra seus assassinos. Em uma das mãos o ferimento também indica que ela tentou se proteger, para escapar dos tiros”.

Conforme o investigador, os tiros foram disparados muito próximos ao corpo. “Os tiros foram bem encostados. E, pela ausência de capsulas no chão, deduzimos que foi executada por um revólver”.

O corpo foi encontrado numa região em que a investigação vai ter que trabalhar do zero: nem câmeras de segurança por perto existem. “Realmente a região dificulta um pouco a investigação, mas nós vamos fazer todo o trabalho que precisamos fazer sempre, até mesmo procurando mais detalhes com a família da vítima. O que já conseguimos perceber é que os autores desse homicídio conheciam a região”, explicou o investigador.

A mulher, que não foi identificada, tinha em torno de 25 a 30 anos. Segundo a polícia, ela usava blusa de lã bege, calça azul e tênis branco. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba e as investigações ficam com os policiais da Delegacia de Piraquara.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Foto: Marco Charneski/Tribuna do Paraná.

Foto: Marco Charneski/Tribuna do Paraná.

Mulher tem rosto e braços queimados após explosão e incêndio no Pilarzinho

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas