enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Tríplice fronteira

Segurança na fronteira dá o tom de reunião entre Moro e Ratinho Júnior

Moro publicou portaria que cria grupo de trabalho para modelar projeto do Centro Integrado de Operações de Fronteira, em Foz do Iguaçu

  • Por João Frey - Gazeta do Povo
Governador Carlos Massa Ratinho Junior durante encontro com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPr
Governador Carlos Massa Ratinho Junior durante encontro com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPr

O ministro da Justiça, Sergio Moro, publicou nesta terça-feira (26) uma portaria que cria um grupo de trabalho que terá 45 dias para modelar o projeto do Centro Integrado de Operações de Fronteira, que vai funcionar em Foz do Iguaçu, na fronteira com o Paraguai e a Argentina. O governador Ratinho Junior (PSD) esteve em Brasília nesta terça-feira (26) para discutir o projeto com Moro. O governador estava acompanhado dos secretários de Segurança, Luiz Felipe Carbonell e do Planejamento, Valdemar Bernardo Jorge.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Ainda não há detalhes sobre o funcionamento da iniciativa, já que isso será discutido no grupo de trabalho. De modo geral, o Centro Integrado vai reunir autoridades de diversos órgãos em um espaço único onde a informação e ação será compartilhada. Entre as instituições que integram o projeto estão a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), Secretaria Nacional de Segurança Pública, Departamento de Recuperação de Ativos e as polícias Civil e Militar.

“Para nós isso é muito bom. Beneficia todo o Brasil, mas especialmente o Paraná, com todo os problemas que temos com entrada de contrabando e tráfico de drogas. Agora temos 45 dias junto com o Ministério para fazer todo um planejamento e implantação. A ideia é que a partir de julho a gente já comece a implantar”, afirmou Ratinho Junior.

O Paraná tem 450 quilômetros de fronteira seca e aquática com o Paraguai e a Argentina, além de fazer divisa com os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Nas fronteiras com o estado de São Paulo, o governo do Paraná também está buscando estabelecer uma parceria com as autoridades paulistas para ter uma solução integrada dos crimes que acontecem na região.

Projeto para redução da criminalidade é anunciado por Moro

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

2 Comentários em "Segurança na fronteira dá o tom de reunião entre Moro e Ratinho Júnior"


Tiago Ribas
Tiago Ribas
3 meses 18 dias atrás

Tem que investigar a família rato!

Paulo Marcondes
Paulo Marcondes
3 meses 18 dias atrás

Que ridícula sua postagem.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas