Por meio da Delegacia de Furtos Roubos (DFR), Leandro Leite, 24 anos, foi preso na tarde da última sexta-feira (22), no bairro Guabirotuba, em Curitiba. Ele é suspeito de ter participado de um crime de latrocínio, que vitimou Francisco José Tonini, 59 anos, em março deste ano.

Foto: Átila Alberti.
Foto: Átila Alberti.

Segundo a polícia, Leite faz parte de um trio que teria cometido o crime. Os outros dois suspeitos, Gabriel Velasco, 19 anos, e Bruno Elezer Lassa, 25 anos, foram presos logo depois do crime acontecer, no dia 26 de março, no bairro Uberaba. A dupla teria saído do crime em um Palio azul que foi encontrado no momento da prisão.

O crime

O crime aconteceu no dia 25 de março, por volta das 22h30. Segundo a polícia, o trio invadiu um bar e deu voz de assalto à mão armada.

“No dia do crime, eles ordenaram que as portas fossem fechadas, enquanto Velasco ameaçava os clientes utilizando uma arma de fogo, Lassa e Leite roubavam pertences das vítimas. No total foram roubados diversos celulares, R$500 do caixa do bar e R$ 1mil de um dos clientes, além de garrafas de bebidas destiladas”, contou o delegado-adjunto da especializada, Emmanoel David.

De acordo com David, os trabalhos de investigação foram concluídos após a prisão de Leite, já que os outros dois jovens foram presos em flagrante e ainda confessaram que estavam no local, porém negaram atirar contra Tonini, dono do estabelecimento.

Leite tem outras passagens pela polícia e está à disposição da justiça no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da DFR.