Foi na fila do Correio, dentro de uma agência do bairro Hauer, em Curitiba, que um homem de 33 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar, por volta das 17h20 desta quinta-feira (28). Ele estava prestes a enviar para Santa Catarina dois mil comprimidos de ecstasy.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Conforme policiais da Companhia de Eventos (novo projeto de segurança da PM), pertencente ao Primeiro Comando Regional, os agentes realizavam o patrulhamento ostensivo pelo bairro Hauer quando foram abordados na rua por uma pessoa. O denunciante contou que um homem estava indo ao Correio próximo, postar a droga.

Os policiais seguiram até a agência e, tendo as descrições físicas do homem, o abordaram na fila. Ele tinha a droga separada em caixinhas e enviaria tudo para Florianópolis (SC). Para enganar o raio-x, ele tinha enrolado tudo em papel carbono.

O suspeito, que já tinha uma passagem por tráfico de drogas, foi levado à Central de Flagrantes. A polícia acredita que, vendidos no varejo, aquela quantidade de comprimidos de ecstasy renderiam aproximadamente R$ 20 mil, pois cada um é vendido por R$ 10. Caso a droga fosse vendida em festas fechadas, o lote poderia render mais , já que nesses casos o preço é maior.

Mulher é abordada ao jogar o lixo e acaba assassinada dentro de casa no Xaxim