Um contador, que não teve o nome divulgado, foi preso nesta quinta-feira (21), com mais de 500 gigabytes de material pornográfico infantil. A denúncia foi feita por funcionários de tecnologia de informação de uma grande imobiliária do Centro de Curitiba.

“Eles confirmaram, através de um acesso remoto, e a imobiliária nos comunicou do que estava acontecendo”, explicou o delegado José Barreto, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria).

Leia mais: Sancionada lei que aumenta a pena para motorista bêbado

Os policiais foram até a imobiliária e prenderam o homem em flagrante. “O que nós levantamos é que ele armazenava esses vídeos com ele, depois de baixar da internet. Mas é exatamente nisso que queremos frisar, pois baixar ou armazenar também é crime”, salientou o delegado.

O contador foi encaminhado ao Nucria com o notebook, um celular e o HD externo que usava. Ele só deve sair da prisão caso pague a fiança. O valor estabelecido não foi revelado. Denúncias dessa forma podem ser feitas sempre através do telefone (41) 3270-3370.

Foto: Átila Alberti.
Foto: Átila Alberti.