Fabrício Cristian Emke, de 34 anos, tinha saído da prisão neste sábado (30). O homem foi para a casa, mas não imaginava que horas depois de ser solto, sofreria uma emboscada e seria morto. O crime aconteceu por volta das 21h50 e Fabrício até tentou correr, mas foi em vão.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo a polícia, a partir de um alvará de soltura, Fabrício pôde ir para a casa e saiu pela manhã. À noite, ele estava na Avenida dos Expedicionários, no bairro Bom Jesus, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), quando viu um homem estranho o seguia.

Na tentativa de fugir, Fabrício tentou entrar em casa, mas foi seguido pelo homem armado que disparou várias vezes e fugiu. Os vizinhos, que ouviram os tiros, chegaram a chamar o socorro, mas quando o Siate chegou Fabrício já estava morto. Ele foi atingido por, pelo menos, um disparo na cabeça.

Os policiais militares apuraram que Fabrício já tinha pelo menos cinco antecedentes criminais. Por conta de sua ficha, a polícia acredita que o crime esteja diretamente ligado às atividades criminosas que Fabrício tinha envolvimento. Até o momento, ninguém foi preso. As investigações seguem pela Delegacia de Campo Largo.

Mulher diz que motorista de aplicativo esfaqueou marido para defendê-la