Equipes da Polícia Militar (PM) atenderam a, pelo menos, sete casos de perturbação de sossego neste final da semana no litoral do Paraná. Um homem foi preso por desacato. Os atendimentos foram feitos pela Patrulha do Sossego, braço de atuação da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU), que vai continuar atuando na região.

Ao todo, segundo a PM, 182 pessoas foram abordadas. Da noite de sábado (23), até a madrugada de domingo (24), todos os sete casos atendidos pela PM acabaram se tornando termos circunstanciados. Uma caixa de som foi apreendida.

Os acionamentos da PM foram em Guaratuba, Matinhos e em Pontal do Paraná. Segundo os dados divulgados pela corporação, 13 solicitações foram feitas via 190. O homem preso teria desacatado um dos policiais.

Caixa de som foi apreendida durante ação contra perturbação de sossego da Polícia Militar. Fotos: Divulgação/PM
Caixa de som foi apreendida durante ação contra perturbação de sossego da Polícia Militar. Fotos: Divulgação/PM

O policiamento no litoral do Paraná vai continuar reforçado durante todo o verão. A Patrulha do Sossego vai atuar somente nestes casos que são recorrentes no Litoral nesta época do ano, por conta do Natal e da virada do ano. Além de levar paz aos turistas que vão às praias para descansar, a ação dos policiais – que utilizam equipamentos que medem o volume do barulho – busca evitar situações que extrapolam a diversão.

Vale reforçar que a norma técnica da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), diz que o ruído em áreas residenciais não pode ultrapassar os limites estabelecidos. No período do dia, das 7 às 20h, são 55 decibéis. Já à noite, das 20h às 7h, 50 decibéis.

Em condomínios, há uma regra de que o barulho vai até 22h. O alerta vale também para os finais de semana, em que os horários ficam diferentes: se o dia seguinte for domingo ou feriado, o término do período noturno é 9h.

4e73d044-7f8f-4ec1-8e0d-d3b523a58a04