Três detentos serraram a grade do solário enquanto tomavam banho de sol no final da manhã desta quarta- feira (27), na Delegacia (Sede) de Polícia Civil de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP), o trio aproveitou o banho de sol realizar a fuga.

Policiais civis da delegacia de Colombo iniciaram as buscas pela região. A equipe da Guarda Municipal de Colombo (GMC) e Polícia Militar do 22.º Batalhão também foram acionadas para prestar apoio à ocorrência e conseguiram evitar que o número de foragidos aumentasse. Segundo o supervisor da Guarda Municipal Trackzynski, a equipe chegou rapidamente e, junto com a Polícia Militar conseguiram evitar que mais presos tivessem sucesso na fuga.

“A equipe da Guarda foi acionada para uma fuga de presos, e chegando ao local, foi constatado que os fugitivos haviam serrado a grade do solário e empreendido fuga. Eles chegaram a usar uma ‘Tereza’ (corda de feita de panos – geralmente lençóis) para fugir. Graças à chegada rápida das equipes, conseguimos evitar que mais presos fugissem”, afirma.

Um vídeo que está circulando em grupos nas redes sociais mostra o momento em que  um policial usa uma escada e começa a atirar na direção de um terreno baldio, na tentativa de frustrar a fuga dos presos.

Foto: Divulgação/SESP
Foto: Divulgação/SESP

Ainda de acordo com a SESP, buscas estão sendo realizadas pela região na tentativa de localizar o terceiro indivíduo identificado como Jhon Erick Gomes que está foragido desde o fim da manhã desta quarta- feira. A Secretaria de Segurança Pública informou que um inquérito policial e uma sindicância foi instaurada para apurar o ocorrido. Uma equipe do COPE (Centro de Operações Policiais Especiais) também esteve no local.

O Departamento Penitenciário e a Polícia Civil pedem a colaboração da vizinhança para que em caso de informações sobre o paradeiro de Erick, façam uma denúncia. As denúncias poderão ser feitas na Polícia Civil de Colombo: (41) 3656-8600, Polícia Militar (190) ou Guarda Municipal (153).

* Colaboração de Rodrigo Cunha