enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Na base de frieza!

Crime brutal assusta até policiais no bairro Tatuquara, em Curitiba

  • Por Lucas Sarzi

Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) atendeu a um local de crime que assustou até mesmo os policiais na noite desta quinta-feira (28), no Tatuquara, em Curitiba. Dirceu Altevir Pires, 43 anos, foi morto e teve a cabeça retirada do próprio corpo. O autor do assassinato, identificado como Alessandro Gonçalves Pinto, 31 anos, que foi preso logo depois enquanto caminhava pelo bairro, deixou a cabeça do homem num prato.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O crime foi descoberto no começo da noite, depois que os policiais militares foram acionados através de uma denúncia anônima. Quando os policiais chegaram à residência, na Rua Coronel Aviador José Biagini Moraes, próximo à esquina com a Rua Orestes Romeu Bizzotto, encontraram um cadeado no portão.

+Leia mais! Preso homem suspeito de matar mulher em sobrado. Ele era conhecido da família!

Dentro da casa, a equipe da PM encontrou a cena de filme de terror. “Uma cena que normalmente a gente não se depara. A vítima estava na cama, vestida, e a cabeça em cima de um prato no chão, próximo à cama”, comentou o delegado Osmar Feijó, da DHPP.

Conforme o delegado, a partir de algumas informações de moradores, uma equipe de investigadores foi atrás de encontrar o suspeito do assassinato e chegaram até uma pessoa. “A princípio, ao ser encontrado, este homem negou o crime, mas no tênis dele encontramos uma mancha vermelha, que pode ser sangue”, detalhou Osmar Feijó.

Ao levarem o homem para dentro da residência onde o crime aconteceu, os policiais coletaram uma amostra do sangue que estava no tênis dele e explicaram que, se ficasse confirmado que era da vítima, ele estaria complicado. “Nisso ele acabou confessando. Disse que já conhecia a vítima e que o homem tinha cometido vários crimes, roubos, e tinha colocado a culpa nele. Ele disse que foi cobrado, não falou por quem, e ou assumia os crimes ou denunciava quem lhe apontava como autor dos crimes”.

+Caçadores! Conheça o Gato Preto, o primeiro restaurante com Delivery de costela em Curitiba!

A partir de algumas informações de moradores, uma equipe de investigadores foi atrás de encontrar o suspeito do assassinato e chegaram até um suspeito. Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

A partir de algumas informações de moradores, uma equipe de investigadores foi atrás de encontrar o suspeito do assassinato e chegaram até um suspeito. Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

Na base da frieza

Aos policiais, depois de confessar, o homem contou como matou. “Disse que deu uma paulada na cabeça da vítima, depois pegou uma faca pequena e cortou a cabeça do homem”, contou o delegado, dizendo que após o assassinato o homem saiu pelo bairro como se nada tivesse acontecido. “Mas foi encontrado”.

Ainda de acordo com Osmar Feijó, os policiais perguntaram se o homem estava arrependido e ele não demonstrou arrependimento. “Ele até disse que estava arrependido, mas não aparentava isso não”, disse o delegado, adiantando que a polícia ainda vai apurar se foi ele quem colocou o cadeado no portão depois de matar Dirceu. “Vamos apurar outros detalhes do crime também, como, por exemplo, se teve alguém que deu cobertura ou o ajudou”.

O homem preso foi encaminhado à DHPP. Como as investigações continuam, denúncias podem ser importantes para ajudar a polícia neste trabalho. O contato pode ser feito pelo telefone 0800-643-1121.

Você sabe o significado da expressão “piá”?

 

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

6 Comentários em "Crime brutal assusta até policiais no bairro Tatuquara, em Curitiba"


Bifur Kassao
Bifur Kassao
22 dias 11 horas atrás

Lixo x Lixo. Cara de execução a mando de facção, de dentro de presídio.

Alberto Roberto
Alberto Roberto
22 dias 13 horas atrás

Nossa, “teve a cabeça retirada do próprio corpo”…

Se tivessem retirado a cabeça dele de outro corpo, aí sim seria bizarro….

Bifur Kassao
Bifur Kassao
22 dias 11 horas atrás

Quáquáquá… E segue Tribuna, com suas pérolas!

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
23 dias 11 horas atrás

Colocar a cabeça num prato geralmente era quando um assassino era contratado para fazer o serviço a mando de alguém, mas o assassino geralmente levava a cabeça para mostrar ao que contratou o serviço. Cortar a cabeça sem levar é porque ele queria se vingar do sujeito, pelo menos parece isto.

LULADRÃO cwb
LULADRÃO cwb
23 dias 8 horas atrás

Ta sabendo das paradas hein?!

Flavio Steiner
Flavio Steiner
23 dias 13 horas atrás

E a história continua. Próximo…

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas