Uma cobra píton de aproximadamente 3 metros de comprimento foi apreendida pela Polícia Civil no bairro Capão Raso, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (17). O animal estava em posse de uma mulher de 42 anos e era alugado para eventos de dança do ventre. É a quarta apreensão de cobras feita pela polícia na capital e região em cinco meses.

De acordo com o delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), o aluguel da cobra chegava a custar R$ 500 por evento. “Não sabemos qual era a periodicidade do aluguel da cobra, mas a procura era constante”, comenta o delegado.

A mulher foi autuada em flagrante por crime ambiental e vai responder em liberdade. Em caso de condenação, ela pode pegar pena de até seis meses a um ano de reclusão. A cobra será encaminhada para o Centro de Apoio a Fauna Silvestre (CAFS), da prefeitura de Curitiba.

Outras apreensões

Esta é a quarta apreensão de cobras a Polícia Civil em Curitiba e região esse ano. A mais recente foi dia 9 de setembro, quando foi apreendida uma jiboia de 2 metros de comprimento no bairro Santa Quitéria. Em agosto, outra jiboia, de um 1 m foi aprendida junto com quatro serpentes de uma espécie norte-americana em Contenda, na região metropolitana. Em abril, a maior de todas as cobras foi apreendida: uma píton de 6 m que vivia em uma casa em Piraquara, também na região metropolitana.

Meteoro atingiu o Paraná na última semana e assustou moradores! Este não foi o primeiro!