Se não tivesse ‘fugido’ do pedágio da BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, um caminhoneiro não teria sido pego pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com um veículo com R$ 11 mil em débitos, várias irregularidades e, que desde 2010, estava bloqueado judicialmente.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O caso ocorreu por volta das 20h da última sexta-feira (12). O motorista se evadiu do pedágio de São José dos Pinhais sem pagar a tarifa (infração pela qual foi autuado em R$ 900). Ele estava com a placa dianteira do caminhão abaixada e, por isto, não poderia ser identificado pelas câmeras do pedágio. Mas os policiais estavam atentos e logo conseguiram interceptar o caminhoneiro, que ao descer do veículo, foi imediatamente colocar a placa no lugar.

Em pesquisa, os agentes descobriram que o caminhão possuía mais de R$ 11 mil em débitos, entre multas e IPVA atrasados. Além disso, o veículo possui um bloqueio judicial desde 2010, o que impede de ser vendido.

Em vistoria, os policiais encontraram diversas irregularidades, como tacógrafo sem aferição do Inmetro, ausência de estepe e a falta de licenciamento. Somadas, as quatro infrações de trânsito chegam a R$ 879,16, além da adição de 22 pontos em sua CNH, suficiente para a abertura de procedimento administrativo, pelo Detran, para a suspensão do documento.

Diante dos fatos, o caminhão foi retido ao pátio terceirizado da PRF e ficará retido até a regularização dos débitos, bem com a resolução do processo judicial.

Trem descarrila e estrondo deixa moradores em pânico! “Parecia um terremoto”